experimenta

Aqui a gente se conhece e se reconhece na arte uma da outra. Dessa vez, em âmbito nacional e internacional, as manas se inscreveram pra se experimentarem em levantar uma cena no prazo de 15 dias com artistas que não conhecem e, agora, só com encontros virtuais.
Vem ver só como dá caldo!

Dana Oliver (MG), Eliane Costa (RJ), Fernanda Machado (SP) e Renata Soares (DF)

DESABAMENTOS

A frase do xamã Davi Kopenawa sobre a queda do céu, foi o disparador do texto. Duas vozes dialogam entre si e com o público sobre seus desabamentos cotidianos.

Géssica Emanuele (BA), Jessica Madona (RJ), Rebeca Tomalsquim (RJ) e Shadiyah Venturi Becker (SP)

FREQUÊNCIA YONIS

Em um chamado transcendental embalado por incensos, Yonis recebe uma ligação cósmica de
Dona Pélvis que revelará ao vivo o seu método de cliticografia

Aline Mohamad (RJ), Júlia Tavares (RJ), Luciana Ramin (SP), Mônica Macedo (PB) e Thaís Guerra (RJ)

LIMÃO VELHO

Se live é ao vivo, até quando o real atravessa o virtual? O quê de ao vivo se pode discutir em uma live?

Gabriela Estevão (RJ), Isabel Figueira (RJ), Marcela Amorim (RJ) e Mariana Starling (MG)

PORCELANA

Em um domingo qualquer, Maria e Tita conversam na cozinha. Uma história de amor com migalhas de pão e cacos de louça.

Géssica Emanuele (BA), Jessica Madona (RJ), Rebeca Tomalsquim (RJ) e Shadiyah Venturi Becker (SP)

FREQUÊNCIA YONIS

Em um chamado transcendental embalado por incensos, Yonis recebe uma ligação cósmica de
Dona Pélvis que revelará ao vivo o seu método de cliticografia

Dana Oliver (MG), Eliane Costa (RJ), Fernanda Machado (SP) e Renata Soares (DF)

DESABAMENTOS

A frase do xamã Davi Kopenawa sobre a queda do céu, foi o disparador do texto. Duas vozes dialogam entre si e com o público sobre seus desabamentos cotidianos.

Gabriela Estevão (RJ), Isabel Figueira (RJ), Marcela Amorim (RJ) e Mariana Starling (MG)

PORCELANA

Em um domingo qualquer, Maria e Tita conversam na cozinha. Uma história de amor com migalhas de pão e cacos de louça.

Aline Mohamad (RJ), Júlia Tavares (RJ), Luciana Ramin (SP), Mônica Macedo (PB) e Thaís Guerra (RJ)

LIMÃO VELHO

Se live é ao vivo, até quando o real atravessa o virtual? O quê de ao vivo se pode discutir em uma live?