DANÇA 

Alexandra Dias (RS)

BITCH

Trabalho concebido a partir da exploração da antropofagia no corpo feito através de uma jornada investigando suas raízes indígenas e os preceitos cunhados por Oswald de Andrade.

Ana Carolina Bessa (RJ)

BADALADAS

Pendular o tempo, o afeto, o movimento. Circular como o vento, rabiscar o espaço. Na batida do relógio, o ritmo pêndula a possibilidade de prosseguir. memento. 

Bárbara Maia (MG)

VOLVER

Para mover as terras nas quais me enraizei. Para escutar as vozes que seguem ecoando. Para que eu me lembre, para que nos lembremos.

Carina Santos (CE)

MUD-JAZZ

Mud-jazz é conexão entre barro, lama, movimento, mudança e o jazz. Nesse diálogo experimental entre dança e cerâmica, reverenciamos a ancestralidade.