CENAS 

A COBRA QUE MATOU O BICHO

Roberta Brisson (RJ)

Há alguns anos sem dormir, uma mulher espera pacientemente o marido encolher para finalmente lhe devorar.

ABELHAS – RAINHAS

Fernanda Jacob e Tuanny Araujo (RJ)

Um mergulho na individualidade de mulheres negras. Quando elas realmente terão a liberdade de serem leves?

AMOR A PROVA D'ÁGUA

Rebecca Gotto (RJ)

Uma psicopedagoga casada ha 05 anos em um relacionamento perfeito, possui um grupo de Whatsapp em que ela dá dicas de como manter uma relação.

AS 753 LEIS ESPIRITUAIS DO SUCESSO

Vendaval Fulminante (RJ)

Como atingir o sucesso pleno, manter o equilíbrio e se tornar inabalável mesmo em condições desfavoráveis em meio a turbulências, tsunamis ou pandemias.

CORPA DE MULA

Dani Câmara (RJ)

O que pode um corpo negro? Mulher negra, bicho, força da natureza, gente. Contos ancestrais e o encontro com a ibeji que a visita em seus sonhos.

LEVANTE-SE

Rosanna Viegas (DF)

Um manifesto com relatos pessoais sobre o lugar do corpo da mulher na sociedade. Revolução: substantivo feminino.

MEDEIA BR

Poliana Paiva (RJ)

Medeia, vinda de Corinto, aporta no Rio de Janeiro de 2020, em meio à pandemia, para contar a versão da história há 25 séculos contada em seu nome.

MÃOS DE PRATA: Desafios de amar aspectos desagradáveis em nós mesmas

Tatyane Meyer e Coca (RJ)

Inspirada no livro Mulheres que Correm com Lobos. Cena reflexiva sobre a natureza feminina e como crenças da sociedade são limitadoras das vontades.

O CÉU QUE NOS UNE

Milena Pessoa e Amanda Gouveia (RJ)

Uma conexão que se inicia no mundo virtual, entre duas jovens no caos da pandemia. A distancia não limita a profundidade do encontro das duas.

OI, DESCULPA

Livinha Machado, Flávia Almeida e Kamilla Ferreira (RJ)

Na vida é assim: cometemos erros, acertos, tentamos encontrar significados e seguimos aprendendo nesse jogo de abrir e fechar portões, janelas e portas.

VAMO ACELERÁ ESSA FESTINHA

Katerina Amsler e Julia Horta (RJ)

Cena que investiga a narrativa do abuso sexual à partir da indução de remédios sedativos em festas noturnas e os desdobramentos dessa violência.

VIDA DE GALILEU

Jeane Doucas (MG)

Um excerto da obra “Vida de Galileu”, do dramaturgo Bertold Brecht.